Site OficialOrkutJogue Online





           Sob o título original "Speedy Gonzales", o camundongo mais rápido de todo o México, o desenho animado Ligeirinho foi criado por uma parceria entre "Warner Brothers Looney Tunes" e "Merrie Melodies series of cartoons", no ano de 1953, com o episódio "Cat-Tails for Two", dirigido por Robert McKimson.

           O ratinho, que possuía como principais atributos: sua corrida extremamente veloz e seu cômico sotaque mexicano, se caracterizava, na maioria dos episódios, com um grande "sombrero" amarelo, camiseta, calça branca e um cachecol vermelho, similar ao usado no festival de San Fermin. Até os dias de hoje, foram criados 46 episódios sobre o personagem, estrelando ou apenas apresentando o personagem.

            O desenho mostrou, em seu primeiro episódio, Ligeirinho levando a melhor sobre uma dupla de gatos espertos e, ao mesmo tempo, estúpidos, chamados George e Benny "parodiando George and Lenny "Saturday Night Live"", a bordo de um navio.

           Em princípio, seus traços eram mais simples, mais "ratulescos" e com um extravagante dente dourado na boca. Quando, dois anos depois, Friz Freleng e o animador Hawley Pratt decidiram redesenhar o personagem para o curta "Speedy Gonzales", de 1955. O desenho animado apresentou o gato Sylvester ameaçando um grupo de camundongos, enquanto vigiava uma fábrica de queijos em uma fronteira do México. No script, os ratinhos chamam, o excessivamente energético, Ligeirinho para salvá-los. E, entre brados de "Ándale! Andale! Arriba! Arriba!", Sylvester logo tem o que merece. O cartoon venceu o Academy Award de 1955 , na categoria "Melhor Curta Temático".

            Freleng e McKimson logo encaixaram Sylvester como arqui-inimigo de Ligeirinho em uma série de desenhos, assim como Chuck Jones tinha a dupla "Coiote e Papa-Léguas" nos desenhos do Papa-léguas. Sylvester era constantemente superado pelo ratinho, caindo nas próprias armadilhas e consumindo grandes quantidades de molhos apimentados. Slowpoke Rodriguez "O rato mais lento de todo o México" também formava dupla com seu primo Ligeirinho, se metendo em todos os tipos de confusões e precisando do hábil roedor para livrá-lo dos apuros. Em meados dos anos 60, Patolino foi o principal rival de Ligeirinho nos desenhos.

            Em 1999, o canal "Cartoon Network" parou de exibir o desenho. Em uma entrevista dada ao canal "Fox News", em 2002, a porta-voz do canal de desenhos "Laurie Goldberg" comentou: "Não está no ar por anos devido ao seu estereótipo étnico", se referindo aos companheiros do ratinho, que sempre eram mostrados no desenho de forma preguiçosa, lenta e, às vezes, até mesmo intoxicados. Isto é, particularmente, uma verdade sobre o primo de Ligeirinho "Slowpoke" Rodriguez que, além de possuir estas características, portava uma arma.

            Esta crítica motivou o Cartoon Network a pôr de lado os curtas do desenho, quando ganhou direitos exclusivos para transmití-los em 1999. Porém, campanhas de fãs para reexibir os desenhos fizeram os curtas retornarem em 2002 e, apesar da polêmica nos Estados Unidos, Ligeirinho continua sendo um personagem muito popular na América Latina.

            No México, "The Speedy Gonzales Show" fez parte da programação regular do canal nacional Televisa desde sua criação. Em 2010, a maratona "Looney Tunes New Year's Day" mostrou o episódio "Mexican Boarders", apresentando Ligeirinho e Slowpoke.

            Nas décadas de 80 e 90, o ratinho veloz apareceu em atrações de outros personagens "Looney Tunes": no filme "Daffy Duck's Movie: Fantastic Island", em 1983; da cena final do filme "Who Framed Roger Rabbit", no Brasil intitulado "Uma Cilada para Roger Rabbit", em 1988; e no episódio do desenho "Tiny Toons", da série "The Acme Acres Summer Olympics", como mentor do personagem "Lightning Rodriguez". Em 1996, ele fez uma curta aparição no filme "Space Jam"; já, em 2003, ele fez uma ponta, ao lado do personagem Gaguinho, no filme "Looney Tunes: Back in Action", no Brasil "Looney Tunes: De Volta à Ação". Em 2011, o personagem esteve presente em 21 episódios da série animada, ainda em produção, "The Looney Tunes Show", dublado por "Fred Armisen". Em um deles, uma paródia sobre o herói "Zorro", da "Merrie Melodies", chamada "Queso Bandito" foi inserida.

            Em fevereiro de 2010, a empresa cinematográfica "New Line Cinema", em parceria com a companhia "Warner Bros Pictures", anunciou o planejamento de um filme 'live-action / CG-animated', baseado no personagem da Looney Tunes. Alec Sokolow e Joel Cohen, que adaptaram a estória do Garfield, seriam os responsáveis pelo roteiro e, George Lopez pela dublagem do personagem e produção do filme.


 



10. 4. 2013
2010




Livraria Saraiva